Assentamento em Ribeirão Preto é referência nacional em Agrofloresta (e você pode visitar)

by | 29 Mar 2019

Assentamento Mário Lago usa da agrofloresta para alimentação, renda e ensino para jovens

“A gente sabe que uma das atividades mais agressivas para o meio ambiente, é a agricultura. Mas já existe conhecimento e tecnologia para fazer diferente”

– Dayana Andrade no vídeo “Life in Sintropy”

“Não existe mais final de semana na minha vida”

Poderiam dizer todos que são donos do seu próprio negócio. E também, os agricultores.

A roça não tem descanso, as plantas crescem, necessitam de rega, poda, plantio, colheita, beneficiamento e comercialização.

É um processo longo para o alimento chegar até nosso prato.

E mesmo depois de todo esse processo, quanto você acha que um agricultor familiar ganha?

Foi pela dor de tanta dificuldade que o assentamento Mário Lago buscou diferentes soluções.

Assim que 480 famílias (incluindo pessoas do MST) conseguiram um espaço de terra na área rural de Ribeirão Preto, mas ainda faltava comida e fonte renda.

Eis que surgiu a agrofloresta através de um intercâmbio com a cooperafloresta (cooperativa de produtos agroflorestais que existe há 20 anos), e foi amor à primeira vista.

A Cooperafloresta é uma associação dos agricultores agroflorestais de Barra do Turvo e Adrianópolis, no extremo sul do estado de São Paulo, fazendo divisa com o Paraná. A organização surgiu para enfrentar as dificuldades de solo degradado e fonte de renda da região. Hoje, com mais de 75 famílias envolvidas, a área rural virou florestas comestíveis, com o solo recuperado e comida de qualidade, retornando saúde e autoestima para a população.

E toda essa experiência se tornou inspiração para o pessoal do Mario Lago.

Assim que voltaram para casa, o sistema agroflorestal começou a ser implementado naquele solo degradado que só dava carrapicho. A fase inicial de uma agrofloresta é a parte mais difícil. No caso dos agricultores do Mario Lago, praticamente tudo que plantaram, foi perdido. As formigas comeram tudo. Mas ao invés de desistir, eles foram se aprimorando e aos poucos, ali se tornou uma área de produção diversa com banana, hortaliça, tomate, palmito, açaí, inhame e muito muito mais.

Hoje os agricultores do assentamento tem diversidade de renda, se alimentam melhor e trabalham na sombra graças às árvores nas entrelinhas.

A comercialização sempre é um ponto essencial para qualquer negócio, por isso aqui, formaram uma cooperativa além das feiras fixas da cidade.

“Eu gosto de conhecer as pessoas e conversar, então eu coloco as comidas no carro mesmo e vou passeando pela cidade” me contou o Paraguai que continua querendo aprender e descobrir o que os clientes acham dos seus produtos, olhando no olho.

Para um encontro sábado as 8h que deveria acabar as 11h, acabei ficando até as 16h, porque independente de ser sábado, gostar do que faz é a melhor vida que podemos escolher.

Assista a entrevista com o Paraguai e saiba mais sobre sua história:

 

Assista outros vídeos curtos, explicativos e que bombaram sobre agrofloresta:

 

COMO FAZER UMA AGROFLORESTA

Um sistema agroflorestal é um sistema de plantio de alimentos que é sustentável e ainda faz a recuperação de uma floresta.

Maravilhoso, né?

A produtora agroflorestal Noni Bazarian veio ensinar pra gente como começar uma agrofloresta.

A conversa rolou em um curso de Introdução à Agrofloresta no Sítio Paraíso no interior de São Paulo.

 

 

A MAIOR AGROFLORESTA URBANA DO BRASIL

 

Esse é o Igor A Aveline.

Junto com a comunidade da 206 norte, em Brasília, ele começou o Projeto Reação que transformou um grande gramado em uma grande agrofloresta!

Bora fazer em todas as cidades? ❤️

 

AGRICULTURA REGENERATIVA, AGROECOLOGIA, AGRICULTURA ORGÂNICA, AGROFLORESTA

 

Surgiram lá no nosso Instagram dúvidas sobre os conceitos dentro da agricultura, principalmente, dentro das formas de agricultura mais sustentáveis.. e é isso que a gente fala nesse vídeo!

 

3 MOTIVOS PARA PLANTARMOS ÁGUA

 

Tem gente que planta água 💧

QUE?

Esse é o Felipe Villela da reNature. 

Durante os fóruns mundiais da água em Brasília, a gente decidiu fazer esse vídeo que conta um pouco sobre como a importância de uma NOVA AGRICULTURA para a preservação das nossas águas.

VIVIANE NODA

Empreendedora social e co-fundadora do PorQueNão?

Viviane Noda é comunicadora por natureza e acredita que sua missão de vida é encontrar soluções comunitárias.
Formada em administração com ênfase em marketing pela ESPM e especializada em Negócios Sociais pela metodologia Yunus, ela acredita que divulgar bons exemplos seja o respiro necessário para dar fôlego na caminhada de um futuro melhor.

Além de escrever, editar, filmar e coordenar, também dá consultoria de comunicação.

Gostou?

Lembramos que a missão do PorQueNão? é divulgar conteúdos riquíssimos como esse. Conheça os serviços que oferecemos para potencializar iniciativas inovadoras.