[headline type=”type1″ color=”#999999″ size=”h3″]Time is money? A nossa moeda de troca é outra, bem diferente – e mais afetuosa, também[/headline]

Se tempo é dinheiro, e a vida é medida em tempo, dá para trocar vida por dinheiro…

Lais Guedes discorda: para ela, a vida não é uma ‘commodity’ e a maior riqueza são as pessoas, seus talentos e paixões. Se é possível medir o valor de um serviço pelo tempo que ele leva – tanto para ser aprendido quanto para ser realizado – então dá para trocar tempo por tempo, serviço por serviço e tempo por serviço.

Quem pensa a vida em termos de dinheiro passa o tempo no serviço de contar metal. E quem pensa a vida em termos de valor usa o tempo para contar histórias, conhecer pessoas e produzir riqueza de verdade.

Assista o vídeo e conheça mais sobre essa iniciativa:

 

**

Lembrando que a missão do PorQueNão? é divulgar conteúdos riquíssimos como esse. A gente acredita que a transformação vem através de bons exemplos, e para continuar trabalhando com um time incrível mais os equipamentos e deslocamentos necessários, contamos com você. Conheça a nossa campanha de financiamento (https://apoia.se/porquenao)