no

Como plantar tomatinhos em casa o ano todo

Como plantar tomatinhos em casa o ano todo

por | 31 out 2016

Plantar em casa é a terapia mais produtiva que pode existir!

Como disse Ron Finley “Plantar seu próprio alimento é como imprimir seu próprio dinheiro”, acrescentando que é muito mais saudável pro seu corpo e pro meio ambiente já que você não usará venenos em casa. Então PorQueNão começar pelos tomatinhos?

A sensação de acordar e achar mais alguns tomatinhos vermelhos toda manhã é de liberdade e fome! Já fico pensando em todas as receitas possíveis com eles.

Então vamos lá.

Os tomatinhos são fáceis de plantar em casa ou em apartamento.

Começando pela escolha do local

Escolha um local onde bata mais luz.

  • Caso tenha que escolher entre o sol que bate pela manhã ou pela tarde, prefira aquele espaço onde o sol incida pela manhã.

Caso só tenha sementes, você pode fazer uma sementeira.

  • É só colocar cada sementinha em um pouco de terra ou algodão/papel toalha e deixá-la úmida todos os dias, com luz indireta, até que comece a germinar. É importante lembrar que o melhor lugar para as mudinhas pequenas e sementeiras é na luz indireta e só depois é possível colocá-las em contato com o sol.

Prepare a terra.

  • Use uma pazinha (vasos) ou enxada (caso de jardim) para deixar a terra fofa, assim será mais fácil para enraizar.

Em um vaso, coloque a terra até dois dedos da borda

  • Lembrando que o vaso deve conter furinhos ou algum mecanismo que dê para escorrer o excesso de água, caso contrário poderá aparecer mofo. No caso de hortinhas num canteiro ou jardim, faça um buraco, como se fosse uma “caminha” para colocar a sua mudinha ou as sementes germinadas (atenção para não colocar muitas sementes juntas).

Após inserir as mudinhas na “caminha”, cubra o restante do buraco com um pouco mais de terra

  • E, se possível, um pouquinho de esterco para forrar todo espaço da superfície da terra. Caso tenha cascas de ovos, amasse-as até que virem quase uma farinha e jogue este pó sobre a superfície. Se tiver um pouquinho de borra de café sobrando, também pode ser colocada na superfície para dar mais força às plantinhas.

Procure verificar se a terra está úmida ou seca antes de regar, pois muita água também faz mal.

  • O melhor horário para regar é ao despertar da manhã ou à noite, pois o tomatinho consegue utilizar a água sem que ela evapore com o calor do sol.

Não molhe as folhas e nem regue muito, pois pode dar fungo.

  • Tem que regar direto na terra

OLHA ONDE NASCERAM OS MEUS

Meus tomates nasceram no meio das rúculas, pertinho do manjericão <3

Mais alguns cuidados.

Assim que tomateiro começar a crescer, coloque uma estaca de madeira, cabo de vassoura ou algo que você possa prender o caule principal a ele (usando barbante, arame, qualquer material que não machuque), fazendo com que a planta cresça de forma ordenada e vertical. Veja a foto:

É preciso podar algumas ramificações, caso queira um tomateiro de forma linear e vertical. Com o amadurecimento da planta, começarão a aparecer folhas amareladas, então remova-as. Em aproximadamente 65 a 70 dias, é só colher os tomatinhos e saboreá-los!

Meus tomates nasceram no meio das rúculas, pertinho do manjericão <3

Lindas flores que em breve se tornarão tomates

Depois me contem sobre a experiência

VIVIANE NODA

Empreendedora social e co-fundadora do PorQueNão?

Viviane Noda é comunicadora por natureza e acredita que sua missão de vida é encontrar soluções comunitárias.
Formada em administração com ênfase em marketing pela ESPM e especializada em Negócios Sociais pela metodologia Yunus, ela acredita que divulgar bons exemplos seja o respiro necessário para dar fôlego na caminhada de um futuro melhor.

Além de escrever, editar, filmar e coordenar, também dá consultoria de comunicação.

Gostou?

Lembramos que a missão do PorQueNão? é divulgar conteúdos riquíssimos como esse.  Conheça a nossa campanha de financiamento.

Escrito por guto

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Blockchain: como a tecnologia pode criar uma sociedade mais conectada e confiável.

Horta comunitária vira o mercadinho orgânico do bairro