Cresce a popularidade do termo agrofloresta e surge novo espaço em Araraquara

by | 13 Mar 2019

Agrofloresta também conhecido como sistema agroflorestal (SAF) cresce no Brasil e se expande no interior de São Paulo

 

Quem se lembra de se preocupar com agrotóxico na comida quando era criança?

Essa relação de aproximação do agricultor à mesa (movimento conhecido internacionalmente como Farm to table), tem tomado conta dos debates políticos e familiares. Não é a toa que nos últimos 5 anos,  o termo agrotóxico tem sido mais pesquisado no Google, a gente quer saber mais sobre o que estamos ingerindo e de onde vem. 

Infelizmente, ainda em 2019, nosso atual presidente Bolsonaro liberou mais 54 agrotóxicos em apenas 47 dias de governo. Parece meio na contramão do desejo do consumidor.

Só para termos uma ideia, uma das maiores pesquisas de tendências de consumo mundial (Euromonitor), disse que a população do planeta está cada vez mais exigente e consciente, disposto a diminuir as compras supérfluas e até a pagar mais caro em produtos ecologicamente corretos. É, chegou a hora de pensarmos no futuro das próximas gerações e começar a frear a destruição do meio ambiente. Agrotóxico deveria ser coisa no passado mesmo.

Junto com as preocupações em relação a natureza, o brasileiro otimista como é, tem buscado soluções sustentáveis como dicas de novos hábitos pela internet. Segundo o Google Trends, ferramenta que analisa e compara assuntos e palavras pesquisadas na internet, o termo agrofloresta ganhou mais popularidade entre os internautas nos últimos 5 anos, ultrapassando até o termo agricultura orgânica. 

Mas qual é a diferença entre agricultura orgânica e agrofloresta?

 

Assista o vídeo ao lado para saber mais.

Basicamente, o sistema agroflorestal se baseia no funcionamento das florestas tropicais e incentiva o cultivo de policulturas, e claro, sem veneno. 

 

E foi por acreditar que existem maneiras de viver mais ecológicas que o canal PorQueNão? (esse aqui, prazer <3) foi buscar conhecimentos e agricultores conscientes nos quatro cantos do Brasil. 

Tudo começou lá em 2013 e hoje, mais de 200 iniciativas transformadoras já foram catalogadas e divulgadas gratuitamente pela internet, e agora vem a novidade de 2019.

Vem aí a nova agrofloresta de Araraquara e a nova sede do PorQueNão?:

 

“É um sonho de muito tempo poder transformar uma área degradada, aqui no caso é um canavial, em floresta de novo, melhor ainda se for comestível e homenageando o lugar de nascimento do meu vô.”

– Guto Zorello

A nova sede do canal está em fase inicial, ainda um terreno cheio de capim alto no meio de uma monocultura de cana, ao mesmo tempo que está próximo a área urbana de Araraquara.

Para essa primeira etapa, foi aberto o “Programa Mão na Massa Agroflorestal” com duas vagas para aprendizes. 

As principais tarefas no dia a dia serão relacionadas à implementação de sistemas agroflorestais:
+ Roçagem e capina seletiva;
+ Montagem de canteiros;
+ Adubação e manejo do solo;
+ Cobertura de canteiros;
+ Semeadura e plantio de mudas florestais e hortaliças;
+ Possíveis tratos com sistema de irrigação.

O programa inclui:
+ Hospedagem;
+ Alimentação baseada em vegetais;
+ Internet;
+ Participação das atividades da mídia PorQueNão? (opcional);
+ Aventuras mil e possíveis viagens com a nossa Kombosa para coleta de mudas e sementes em lugares maravilhosos por aí.

O valor será de R$80/SEMANA para contribuição com a alimentação (café da manhã, almoço, jantar e petiscos)

Duração mínima de duas semanas, podendo ser prorrogado de acordo com as necessidades e vontades mútuas. 

Para se inscrever, basta preencher o formulário aqui

Veja o vídeo abaixo e saiba mais como está a paisagem pela roça:

e não esqueça de se inscrever no canal 😉

VIVIANE NODA

Empreendedora social e co-fundadora do PorQueNão?

Viviane Noda é comunicadora por natureza e acredita que sua missão de vida é encontrar soluções comunitárias.
Formada em administração com ênfase em marketing pela ESPM e especializada em Negócios Sociais pela metodologia Yunus, ela acredita que divulgar bons exemplos seja o respiro necessário para dar fôlego na caminhada de um futuro melhor.

Além de escrever, editar, filmar e coordenar, também dá consultoria de comunicação.

Gostou?

Lembramos que a missão do PorQueNão? é divulgar conteúdos riquíssimos como esse. Conheça os serviços que oferecemos para potencializar iniciativas inovadoras.