Comer fruta da época é mais saudável, econômico e orgânico

O jambo vermelho não é brasileiro mas está espalhado pelas regiões Sudeste, Norte e Nordeste.
A planta veio da Malásia e gosta de calor, pleno sol e pode ultrapassar 20 metros de altura.
Ontem andando pelas ruas de Brasília eu encontrei algumas árvores de jambo pela rua e fiquei muito feliz, levei logo umas pra casa e hoje voltei pra buscar mais.

Colheita feita na rua com algumas mangas

Colheita feita na rua com algumas mangas

Nunca vi nenhum lugar vendendo essa fruta, na verdade eu fico impressionada com a quantidade de frutas que existem por aí e não damos valor. Essa árvore estava toda linda e reluzente na calçada mas abandonada. Por que colher direto do pé se tornou estranho?
Nos dias atuais, o lugar mais frequentado para obter alimentos é o supermercado que deixa a desejar no quesito diversidade, é sempre a mesma coisa independente da época do ano. Mas de janeiro a maio é época de jambo vermelho (obrigada natureza por esse presente), parece uma pera com uma cor mais apetitosa.
O jambo vermelho é bem nutritivo, tem um sabor doce mas não tanto e leve acidez. Muito melhor do que aquelas balas tipo yumi que vende por aí.
Os benefícios da fruta são:
1. Sabor, é muito bom, eu amo muito. geladinho então é dos deuses.
2. É diurético
3. Auxilia na formação de colágeno
4. Combate à prisão de ventre
5. É bom pra tosse, catarro e gripe
6. É bom pro pâncreas então dá pra utilizar em tratamentos para diabetes
7. A casca é rica em fibra e combate prisão de ventre
8. Tem muita vitamina C
9. Hidrata
10. Com certeza muito mais coisa que o ser humano não sabe
Mais benefícios:
+ As folhas são ricas em iodo e seu chá pode ser consumido como estímulo de emagrecimento
+ O chá da casca da árvore pode ser usado para dor de estômago e diarréia
A natureza nos oferece mais do que o que a gente precisa pra viver bem. <3

Por fora ela é um rosa vermelho e por dentro branca.

Por fora ela é um rosa vermelho e por dentro branca.

E você, já comeu jambo?

 

***

viviPor Viviane Noda

Orgulhosamente cofundadora desse canal interdependente. Mora em Brasília e acredita na união e cooperação para construir um mundo melhor. Dá palestra sobre o assunto e é formada em Administração com ênfase em negócios sociais.