[headline type=”type1″ color=”#999999″ size=”h3″]Um terreno abandonado no meio da cidade virou a maior agrofloresta urbana do Brasil[/headline]

Quando eu era criança, li umas histórias em que tinha um lobo mau: três porquinhos, chapeuzinho vermelho… Daí contei para o meu avô, que era francês, que eu tinha muito medo de lobos. Ele riu e disse que aqui no Brasil não tinha lobo mau, só lá nas florestas da França. Desde então fiquei com a impressão que floresta era uma coisa distante, exótica… e perigosa.

Meu avô – que por sinal tinha uns bichos como tatu, criava muitos cachorros e foi quem me deu o livro Tistu, o Menino do Dedo Verde – já não está por aqui há muitos anos. Mas fiquei com vontade de contar para ele que as coisas mudaram muito desde que ele me ajudou a vencer meus medos.

Algumas coisas mudaram para pior, como por exemplo: encontrar uma floresta preservada na Europa é mais difícil do que topar com três porquinhos bioconstrutores. Mas coisas legais aconteceram também, como uma turma dedicada que faz mutirão para manejar uma linda agrofloresta bem no meio da cidade, no coração do Brasil.
Quem acha que transformar deserto verde em floresta urbana rica e abundante é conto da carochinha, ainda não conhece o Projeto Re-Ação.

Assista o vídeo e conheça a maior agrofloresta urbana do Brasil:

Texto por Luciana Sendyk

**

Lembrando que a missão do PorQueNão? é divulgar conteúdos riquíssimos como esse. A gente acredita que a transformação vem através de bons exemplos, e para continuar trabalhando com um time incrível mais os equipamentos e deslocamentos necessários, contamos com você. Conheça a nossa campanha de financiamento (https://apoia.se/porquenao)